TAXA DE DESMINERALIZAÇÃO DO NITROGÊNIO (TMN)

A Keller é o único laboratório no Brasil que executa esse estudo. Não é um serviço acreditado, mas segue as instruções da Cetesb.

 

  • Norma Técnica Cetesb – P4.230 – Aplicação de lodos de sistemas de tratamento biológico em áreas agrícolas – critérios para projeto e operação: manual técnico, Agosto de 1999.
  • Esta norma está obsoleta, porém, a Cetesb pode solicitar às empresas que possuem efluentes não contemplados em outras normas técnicas Cetesb.
  • O estudo de desmineralização do nitrogênio é feito para saber quanto de nitrogênio mineral (soma dos NH4, NO3 e NO2) é liberado no solo com o passar do tempo, após adicionar lodo como adubo orgânico.
  • Dessa forma, sabe-se o limite que pode-se aplicar, sem poluir o ambiente.
  • Excelente para aumentar a produção agrícola, para dispor efluentes através da fertirrigação.

Para calcular a TMN, deve-se:

  • Incubar as amostras por 126 dias
  • Analisar teor de umidade
  • Nitrogênio Total,
  • Nitrito
  • Nitrato
  • Amônio
  • Sódio,
  • Cálcio
  • Magnésio
  • pH

Amostras incubadas para estudo de desmineralização do nitrogênio:

As amostras de solo são incubadas em duplicata, com três dosagens diferentes de lodo e uma sem lodo para servir de controle. São incubadas em número suficiente para analisar as diferentes formas de nitrogênio, semanalmente, durante 126 dias.

 


Gráfico final da evolução da mineralização do nitrogênio orgânico:

Após a análise de todas as amostras, é possível plotar um gráfico com a somatória das diversas formas de nitrogênio inorgânico disponibilizadas no solo. Com esses resultados, o usuário identifica em quantos dias os nutrientes são liberados no solo e qual a melhor dose de lodo a ser utilizada na sua fertirrigação.

O ganho para o produtor vem com a nutrição adequada e elevada produtividade das suas culturas e garante a proteção ao meio ambiente, pois evita dosagens de nutrientes além da capacidade de assimilação das plantas.

 


Gráfico da variação do pH após a aplicação do lodo:

Após a análise de todas as amostras, é possível plotar um gráfico com a variação do pH no solo, comparando com a amostra controle, sem o lodo.

Com esses resultados, o usuário identifica o efeito da sua fertirrigação no pH do solo e programa-se para não ultrapassar os limites ótimos para sua cultura e ainda, pode economizar com outros produtos comerciais que são utilizados para controlar o pH.

 


Taxa de Desmineralização do nitrogênio (TMN)

Aplicação:

  • Agricultura
  • Cultura
  • Fertilidade do solo
  • Fertilização
  • Fertirrigação
  • Irrigação com efluentes
  • Irrigação de superfície
  • Lodo aplicado ao solo
  • Gotejamento do solo
  • Dispersão no solo
  • Aspersão no solo
  • Micro aspersão
  • Nutrientes para culturas
  • Fertilizante natural
  • Fertilizante orgânico
  • Período de aplicação
  • Volume de lodo
  • Vazão de efluente
  • Saturação do solo
  • Disponibilidade de nutrientes
  • Controle de pH

Biólogo: Rodolfo Fantin.

Não deixe de nos consultar temos uma equipe de consultores especializado em te atender.

Contato…